2009-08-19 • Nelson recebeu medalha de Edwards
Há um ano Nelson subia ao lugar mais alto do pódio, em Pequim, assim como há dois anos em Osaka, mas este ano, em Berlim, Nelson Évora teve de se contentar com o segundo lugar mais alto do pódio e porque “ninguém é imbatível”, o português sai com uma “sensação diferente”, até porque “quem recebe a medalha de Prata, quer receber a medalha de Ouro.” Foi também momento, antes da entrega das medalhas, para Nelson conversar com Idowu, o vencedor do Ouro, e conversarem um pouco sobre as provas de ambos, o que vem evidenciar o verdadeiro espírito de campeão de Nelson Évora, que sabe respeitar os seus adversários na vitória e na derrota, algo que já tinha mostrado ontem, após ter perdido a medalha de Ouro para Philips Idowu. No entanto Nelson não irá virar a cara à luta e considera mesmo esta passagem no Mundial como fundamental para outros voos: “Para evoluir é preciso dar um passo atrás, para depois dar dois à frente”. Quanto à prova de ontem, o português ainda não reflectiu o suficiente, embora já entenda algumas das suas falhas e uma das principais conclusões de Nelson é que “quando se está muito próximo da perfeição, está-se muito próximo de errar” e é o que terá acontecido ontem. Se esta época Nelson Évora competir em mais alguma competição será "para ficar com a melhor marca mundial do ano” e assim tentar redimir-se de alguns pequenos problemas técnicos que teve aqui em Berlim. A honra do pódio de hoje foi para a recepção da medalha de Prata das mãos de Jonathan Edwards, o actual recordista mundial de Triplo Salto e em quem Nelson vê uma inspiração constante, tendo já em diferentes momentos conversado com o mesmo e hoje não foi excepção. Foi assim com dignidade que Nelson Évora representou as cores portuguesas em Berlim e continuará a ser um claro candidato a medalhas em próximas grandes competições e para o ano será o Europeu de Ar Livre... Foto : Filipe Oliveira / Atleta-Digital Colaboradores : Edgar Barreira, Joana Oliveira, Rafael Lopes e Telmo Rocha / Atleta-Digital